Como administrar um consultório dentário: assumindo o controle das despesas

Folha de cálculo do gasto do escritório dental

Manter um consultório dentário tem um custo significativo, e essas despesas operacionais são pagas pelas receitas do consultório antes de você ver qualquer renda. É impossível evitar este “custo de manter um negócio”, mas você pode e deve exercitar um rígido controle sobre as despesas gerais.

Embora possa acreditar que você e sua equipe estejam gastando de maneira responsável, provavelmente estão desperdiçando (ou pelo menos gastando incorretamente) um valor significativo a cada ano. Para reduzir os danos em seus resultados financeiros, siga estas etapas:

  1. Crie uma tabela do quanto você está gastando e no quê. Revise os registros financeiros do ano passado e crie uma tabela com todas as despesas. Some tudo e, em seguida, compare o total ao valor da receita durante o mesmo período. Calcule o percentual da receita do consultório gasto em despesas gerais. Este número informa qual é sua situação atual.

  2. Compare este percentual a 59%. Existem variações de um consultório para outro, mas, após trabalhar com milhares de clientes, o Levin Group percebeu que 59% é um índice saudável de despesas gerais para um consultório dentário típico. Além disso, nossa experiência também mostra que esta é uma meta viável.

  3. Volte à sua lista de despesas operacionais procurando por “gorduras”. Todo orçamento que não tenha sido inspecionado e “apertado” apresentará oportunidades de redução de despesas. Alguns cortes são óbvios e fáceis de fazer. Outros, podem ser mais complicados. Percorra sua lista observando áreas de possíveis economias e valores estimados. Calcule periodicamente um novo total para ver como está seu progresso em relação à meta de 59%. Não pare até alcançar a meta.

  4. Agora, analise o novo orçamento enxuto em termos de impacto. Garanta que nenhum custo afetará negativamente a qualidade dos cuidados com os pacientes nem diminuirá sua capacidade de competir por novos pacientes com eficiência. Se necessário, faça ajustes.

  5. Revise o novo orçamento junto à equipe. Toda a sua equipe deve compreender a importância do controle das despesas gerais e encarar o orçamento sob esta perspectiva. Peça opiniões, pois elas podem levar você a repensar alguns dos cortes propostos e incluir algumas sugestões que não tenham sido percebidas.

  6. Após se comprometer com o orçamento, dedique-se a cumpri-lo. Esta provavelmente será a parte mais difícil do processo, especialmente para você, proprietário do consultório. Você precisa aprender a controlar impulsos e a monitorar despesas minuciosamente. E, no caso de surgirem inovações tecnológicas caras e imprescindíveis, pense em soluções para aquisição sem violar o orçamento.

No longo prazo, seu consultório será mais bem-sucedido se você e sua equipe aprenderem a exercitar a disciplina fiscal. O controle de despesas gerais é uma parte essencial deste processo.

Author

Autor

Este recurso foi fornecido pelo Levin Group, uma empresa líder em consultoria dental e que fornece sistemas inovadores para gerenciamento e marketing, resultando em aumento na indicação de pacientes, produção e lucratividade, e diminuindo o estresse. Desde 1985, dentistas confiam nos serviços de consultoria dental do Levin Group para aumentar a produção.