Pré-diabetes: uma epidemia silenciosa

O pré-diabetes, também conhecido como glicose em jejum alterada (impaired fasting glucose, IFG) ou tolerância à glicose alterada (impaired glucose tolerance, IGT), é um estado de glicose alterado localizado entre o não diabetes e o diabetes. A tabela 1 indica os valores específicos obtidos a partir dos testes de glicose plasmática para o diagnóstico. Um diagnóstico de pré-diabetes não deve ser ignorado pelo paciente, uma vez que ele está fortemente associado a um risco maior de diabetes e às consequentes complicações macrovasculares e microvasculares.

Tabela 1. Valores recomendados do diabetes.6

Normoglicemia

  • Glicose plasmática em jejum (fasting plasma glucose, FPG)
    < 100 mg/dl
  • Glicose plasmática casual (casual plasma glucose, PG)
    < 140 mg/dl
  • < 5,7% A1C

Pré-diabetes

  • IFG
    FPG = 100-125 mg/dl
  • IGT
    Glicose plasmática de 2 horas = 140-199 mg/dl
  • 5,7-6,4% A1C

Diagnóstico de diabetes - confirmado em um dia subsequente

  • FPG ≥ 126 mg/dl Casual mg/dl
  • Glicose plasmática aleatória ou de 2 horas ≥ 200 mg/dl
  • A1C ≥ 6,5%

Intervalo desejado

  • Glicose plasmática pré-prandial
    80-130 mg/dL
  • Glicose plasmática pós-prandial (1-2 horas após uma
    refeição) < 180 mg/dl
  • A1C
    • < 7% para mulheres adultas não grávidas
    • < 7,5% para todos os grupos etários pediátricos

Hipoglicemia

  • < 70 mg/dl

DKA

  • Em geral tipo 1
    250 mg/dl

Síndrome não cetótica hiperglicêmica hiperosmolar (hyperosmolar hyperglycemic nonketotic syndrome, HHNS)

  • Em geral tipo 2
    > 600 mg/dl

Pressão arterial

  • Meta: < 130/90 mmHg

A1C

  • Aceitável < 7%

Não controlado

  • 200 mg/dl em 3 leituras consecutivas

Existem categorias de maior risco para diabetes e pré-diabetes, e as seguintes recomendações foram sugeridas:

  1. Exames para determinar o risco de diabetes futuro em indivíduos assintomáticos com sobrepeso ou obesidade (IMC < 25 kg/m2 ou < 23 kg/m2 em americanos asiáticos) e que têm um ou mais fatores de risco adicionais do diabetes. Para todos os pacientes, especialmente aqueles que estão acima do peso ou obesos, os exames devem começar aos 45 anos.1
  2. Se os resultados dos exames forem normais, novos exames devem ser feitos em intervalos mínimos de 3 anos.1
  3. Para pacientes com pré-diabetes, tratar os fatores de risco de doença cardiovascular (cardiovascular disease, CVD), se apropriado.1
  4. Em crianças e adolescentes com sobrepeso ou obesidade e com dois ou mais fatores de risco adicionais para o diabetes, recomenda-se o exame de pré-diabetes. 1