Radiografia digital

Na prática clínica foram utilizados com frequência e durante muitos anos, vários instrumentos de radiografia digital. Os diferentes enfoques não serão tratados neste curso, mas eles são mencionados em muitas publicações e foros de «tecnologia» na prática odontológica. Um artigo de Parks e Williamson16 disponível em formato eletrônico no Journal of Contemporary Dental Pratique revisa os enfoques radiográficos atuais utilizando a radiografia digital. Cada vez há mais publicações que demonstram a superioridade dos sistemas de radiografia digital sobre o filme radiográfico convencional. Um desses artigos17 apresenta evidências de que as placas de fósforo melhoram de forma significativa a precisão do diagnóstico da cárie, ao mesmo tempo que reduzem a variabilidade do observador. Jacobsen et al.18 compararam recentemente quatro sistemas radiográficos digitais, utilizando medidas histológicas para relacioná-los com 4 médicos experientes. Determinou-se que dois dos sistemas eram mais precisos que os outros dois para a medida em profundidade da cárie. São necessários mais estudos desta natureza para ajudar a guiar os profissionais clínicos na seleção do método que desejam utilizar no diagnóstico da cárie incipiente no âmbito clínico. A seguir, mostra-se um exemplo de uma radiografia digital de uma aleta de mordida e do sensor clínico para ilustrar a presença das lesões cariosas.

Img
Sensores CCD para radiografia direta digital marcados como tamanho número 2, tamanho número 1 e tamanho número 0.

Imagens tomadas com radiografia digital que mostram vários estágios da cárie.

Img
Img

Os diferentes sistemas têm várias funções de software para ver as radiografias digitais tal e como se mostram aqui. A capacidade de mudar o contraste, colorir, passar a negativo, medir a densidade, as longitudes, e por outra parte, ajustar uma imagem para o diagnóstico, melhora enormemente a capacidade do médico para conseguir informação. O objetivo é fazer o diagnóstico da cárie proximal no estágio mais incipiente, quando se pode conseguir a remineralização, em lugar da intervenção cirúrgica e a restauração.

Img

A captura de tela 1 ilustra as radiografias da aleta de mordida, tomadas e visualizadas utilizando o sistema Mediadent. Observe a área rodeada em vermelho que mostra as cáries interproximais do paciente. Abaixo das radiogradías digitais, mostram-se as ferramentas para o tratamento das imagens.

Img

A captura de tela 2 mostra uma radiografia digital da aleta de mordida utilizando o sistema Vipersoft. As áreas ressaltadas foram marcadas durante um bate-papo com o paciente. As barras de ferramentas para o tratamento da imagem podem ser observadas na parte esquerda e na parte superior da imagem.

img

A captura de tela 3 ilustra uma radiografia digital periapical do sistema Schick para radiografia digital. Os ícones para o tratamento da imagem podem ser observados  sobre a imagem.