Fluorescência quantitativa induzida pela luz (QLF™)

Este sistema de detecção da cárie utiliza a fluorescência dos dentes para registrar imagens que podem ser analisadas para obter dados sobre: superfície da lesão (em mm2), profundidade da lesão expressa em perda percentual de fluorescência (Df em %), volume da lesão (DQ em mm2 %) e atividade bacteriana em termos de incremento percentual de fluorescência vermelha (DR). 

Sistema de câmara Inspektor™ Pro o QLF
Img
Este dispositivo usa luz azul para iluminar o dente. Isto causa uma fluorescência do dente em verde (chamada autofluorescência). As imagens QLF produzidas mostram um contraste maior entre o tecido do dente sadio e o desmineralizado, como observado nas figuras do pré-molar extraído.
pg22b
Pré-molar extraído com mancha branca como observado com luz branca.
pg22c
O mesmo pré-molar visto com o QLF.

Além da autofluorescência verde, a luz azul também pode gerar fluorescência vermelha que pode ser vista na imagem seguinte. Acredita-se que esta fluorescência vermelha é ocasionada pelas porfirinas, que são o resultado de processos metabólicos de cepas específicas de bactérias. Portanto, a intensidade da fluorescência vermelha parece que está relacionada com a atividade dessas bactérias.

A QLF clínica mostra autofluorescência verde nas superfícies bucais e fluorescência vermelha nas áreas proximais.
A QLF clínica mostra autofluorescência verde nas superfícies bucais e fluorescência vermelha nas áreas proximais.

Uma característica poderosa da QLF é a capacidade de seguir as superfícies dos dentes no tempo (seguimento longitudinal).

O software é compatível com a reposição automática de vídeo, compatível com a aquisição de imagens do QLF comparáveis das mesmas superfícies ao longo do tempo.

O software também pode analisar as imagens guardadas e, portanto, proporcionar uma valoração objetiva das áreas de preocupação no tempo.

As fotos mostradas na página 18 (parte superior) são imagens de investigação que mostram a remineralização de uma lesão de mancha branca durante um período de tempo de 9 meses.

Remineralização de uma mancha branca depois de retirar o aparelho de ortodontia:
Img

(Imágenes y datos por cortesía de Al-Khateeb, Karolinska Institutet, Estocolmo, Suecia)

Outro resultado típico da QLF, tal como se apresenta no software da QLF, é a superfície oclusal do segundo pré-molar superior em diferentes momentos com intervalos de 3 meses. Aqui, o sistema QLF mostra uma progressão lenta de uma lesão de cárie em um estágio onde a intervenção clínica (perfuração) não é necessária. (imagem: página 18, parte inferior) 

QLF Result

Uma lesão de mancha branca como observada com a QLF. Clicando em um dos seguintes links, pode seguir o processo de remineralização durante um período de 100 dias. Note-se na redução do tamanho da lesão, o que representa o processo de remineralização.

pg24b