Raspagem e alisamento radicular

Embora exista alguma falta de concordância quanto ao que constitui a técnica ideal, o tempo e o intervalo de procedimento para cada paciente, a SRP é considerada o padrão ouro para as terapias periodontais não cirúrgicas. Cobb revisou inúmeros estudos clínicos não controlados e relatos de casos e descobriu que a SRP é muito eficaz na melhoria dos parâmetros clínicos, com reduções de profundidade da bolsa de, em média, 2 mm em pacientes com periodontite crônica.13 Estudos clínicos devidamente controlados, em caráter cego e com poder estatístico adequado geralmente mostram uma redução média da profundidade da bolsa detectada pela PPD de aproximadamente 1 mm apenas com terapia de SRP.13  Estudos clínicos devidamente controlados, em caráter cego e com poder estatístico adequado geralmente mostram uma redução média da profundidade da bolsa detectada pela PPD de aproximadamente 1 mm apenas com terapia de SRP.14,15,16 É interessante notar que relatos de casos e estudos de casos consecutivos resumidos no World Workshop de 1996 geralmente mostram uma redução média de PPD de aproximadamente 1,5 a 2 mm, o que é quase 1 mm maior ou quase 100% superior à redução de PPD encontrada em estudos randomizados e controlados. Uma repartição dos grupos mostra que os locais a princípio moderadamente profundos de 4-6 mm apresentam uma redução média de profundidade da bolsa de 1,29 mm; enquanto os locais inicialmente profundos de ≥ 7 mm apresentam uma redução média de profundidade da bolsa de 2,16 mm. Os resultados dos estudos de casos são geralmente considerados uma previsão menos confiável em relação aos resultados esperados do paciente devido à influência de variáveis de confusão não controladas e à influência de preconceitos. Ainda há necessidade de mais pesquisas para responder a perguntas sobre os benefícios relativos da desinfecção de toda a boca versus SRP de quadrante, tempo de procedimento mais curto versus mais longo por dente etc