Introdução

Este curso fornece informações para auxiliar os clínicos a compreenderem os objetivos da saúde periodontal, ou seja, impedir a progressão da doença, melhorar os níveis de fixação clínica e dar ao paciente uma dentição confortável, estética e funcional que pode ser mantida pelo paciente e pelo terapeuta. É essencial compreender o papel das estruturas periodontais e por que precisamos manter sua saúde e função. O reconhecimento e controle da doença periodontal podem ajudar a prevenir a perda de dentes no futuro e também podem, possivelmente, afetar a saúde sistêmica.

É importante que o clínico se concentre em metas de saúde bucal e faça escolhas terapêuticas embasadas pelas melhores evidências científicas disponíveis. A tomada de decisões com base em evidências se baseia em um processo de identificação e avaliação de informações relevantes sobre diagnósticos, tratamentos e prognósticos.1 Depender somente da experiência clínica e da intuição ou de estudos mal concebidos pode conduzir a erro. O raciocínio indutivo e as observações não controladas muitas vezes levam a falsas conclusões devido a fatores como preconceitos, efeito placebo (uma melhora na saúde não atribuível ao tratamento) e efeito nocebo (um efeito negativo resultante da sugestão ou crença de que algo é prejudicial). Os resultados de estudos clínicos randomizados e controlados fornecem o melhor padrão para o maior nível de evidência. Para que o estudo seja válido, ele deve ser reprodutível, responder a uma pergunta apropriada e medir a variável predeterminada, entre outros critérios. Os critérios de sucesso para significância clínica devem ser definidos antes do início do estudo. Estudos de casos controlados consecutivos podem ser levados em conta a fim de se demonstrar o sucesso clínico, mas não a previsibilidade clínica. Relatos de casos podem mostrar o potencial de uma técnica para o resultado desejado. As variáveis que podem confundir os resultados do estudo incluem preconceitos, eventos casuais não abordados pelas estatísticas, incluindo influências sistêmicas, dieta, materiais e expectativas do paciente e seus atributos. Para cursos abrangentes sobre a compreensão e a avaliação de um relatório de pesquisa, consulte o seguinte:

Este curso começa definindo as metas de saúde bucal e de bem-estar periodontal para o paciente periodontal. Ele também revê os conceitos de saúde periodontal, fisiologia e manifestações da doença. Por fim, o curso avalia as evidências que apoiam cada opção terapêutica e como elas atendem a essas metas.