Conclusão

  • A periodontite crônica resulta na perda de estruturas de fixação periodontal. Se não for tratada, pode ocorrer perda de dente.
  • A evidência científica atualmente disponível apoia o controle consistente da placa bacteriana em domicílio e o uso rotineiro de SRP junto com antimicrobianos de liberação sustentada aplicados localmente e dosagem sistêmica subantimicrobiana de doxiciclina no tratamento profissional da periodontite crônica.
  • As cirurgias óssea e regenerativa têm demonstrado resultados desejáveis em relatos de casos consecutivos e em modelos animais
  • As terapias cirúrgicas e não cirúrgicas são opções complementares disponíveis para consideração ao longo do tempo ao tratar a ocorrência e progressão de uma doença crônica
  • Mais evidência científica é necessária para responder a perguntas que melhor definirão terapias mais suscetíveis de produzir resultados ainda melhores em longo prazo.