Mobilidade

Quando há mobilidade do implante, considera-se que o implante tem um prognóstico sem esperança e a remoção é o plano de tratamento padrão. Frequentemente, é a restauração ou um componente do pilar que é móvel. Essa situação pode levar a uma futura perda óssea, mas não afeta significativamente o prognóstico imediato do implante. No entanto, componentes restauradores soltos criam espaço para a aderência da película e desencadeiam o início da cascata inflamatória levando à doença peri-implantar.