Biofilme

Um biofilme é uma comunidade de microorganismos bem organizada e cooperativa4,5. A capa lamacenta que se forma sobre as rochas dos arroios é um exemplo clássico de biofilme (Figura 3a). Também a placa que se forma na cavidade oral. Os biofilmes estão em todas partes na natureza. Formam-se nos meios líquidos. Calcula-se que mais de 95 por cento das bactérias existentes na natureza estão em biofilmes5. Algumas vezes os biofilmes são vistos de forma positiva, como seu uso para a detoxificação das águas residuais e da rede de esgoto. Com maior frequência, os biofilmes representam um desafio para os seres humanos3,5.

A capa lamacenta que se forma nos condutos de água das consultas de odontologia são um exemplo conhecido para a maioria dos profissionais da odontologia. Os biofilmes também podem ser encontrados revestindo os oleodutos, tanques de peixes, catéteres permanentes, implantes internos, lentes de contato e prótese (Figura 3b). Os biofilmes são responsáveis pela maioria das infecções dos humanos6. Ocasionalmente, os biofilmes são mortais. A legionelose que matou 29 pessoas na Filadelfia em 1976 foi atribuída em última instância às bactérias do biofilme do sistema de ar-condicionado. Cada ano se gastam milhões de euros trabalhando para controlar estes biofilmes3,7.

Figura 3a. Formação de biofilme na superfície da rocha
fig03a
Figura 3b. Biofilme achado no equipamento dental
fig03b