Hipertensão secundária

Cerca de 5% a 10% dos pacientes com PA elevada têm HTN secundária. Por definição, a HTN secundária tem uma causa identificável e potencialmente corrigível (tabela 1).13Sempre que um paciente é diagnosticado com PA elevada, um dos objetivos da avaliação inicial (isto é, histórico, exame físico e testes laboratoriais básicos) é excluir possíveis causas secundárias. Também é importante avaliar a dieta e os medicamentos do paciente. Sabe-se que o consumo excessivo de sódio, alcaçuz e álcool aumenta a pressão arterial. Muitos medicamentos, como o estrogênio (ex: contraceptivos orais), ervas (ex: ephedra, ginseng e ma huang), drogas ilícitas (ex: anfetaminas e cocaína), NSAID [nonsteroidal anti-inflammatory drugs (anti-inflamatórios não esteroides)], medicamentos para o sistema nervoso central (SNC) (ex: buspirona, carbamazepina, clozapina, fluoxetina, lítio e antidepressivos tricíclicos), esteroides e agentes simpaticomiméticos (ex: descongestionantes e pílulas dietéticas) também afetam a PA.

Tabela 1. Causas comuns identificáveis de HTN com base na idade.

Grupo etário % de HTN com uma causa identificável Etiologia comum
Do nascimento aos 12 anos 70% a 85% Coarctação da aorta
Doença do parênquima renal
13 aos 18 anos 10% a 15% Coarctação da aorta
Doença do parênquima renal
19 aos 39 anos 5% Displasia fibromuscular
Doença do parênquima renal
Disfunção da tireoide
40 aos 64 anos 8% a 12% Aldosteronismo
Síndrome de Cushing
Feocromocitoma
Apneia do sono
Disfunção da tireoide
≥ 65 anos 17% Estenose aterosclerótica da artéria
renal
Hipotireoidismo
Insuficiência renal

Nos Estados Unidos, mais de 68 milhões de pessoas, ou seja, um em cada três adultos, apresentam HTN.14 Somente 30% dos adultos com HTN estão cientes da sua condição. Apenas cerca de 60% dos diagnosticados com HTN recebem terapia anti-hipertensiva e apenas 50% desses têm PA < 140/90 mmHg.12,14 Estima-se que 70% dos pacientes com HTN tenham pressão arterial sistólica (PAS) entre 140 a 159 mmHg e pressão arterial diastólica (PAD) entre 90 a 99 mmHg. Além disso, quase 30% (≈ 65 milhões) dos adultos americanos têm pré-hipertensão, isto é, PAS entre 120 e 139 mmHg e PAD entre 80 e 89 mmHg.15A pré-hipertensão aumenta o risco de o indivíduo desenvolver HTN.