Fotobiomodulação (Bioestimulação)

Todos os quatro tipos de laser discutidos aqui têm propriedades de fotobiomodulação além de suas capacidades cirúrgicas. Os termos Terapia a Laser de Baixo Nível - Low Level Laser Therapy (LLLT) ou bioestimulação são frequentemente usados para descrever esse fenômeno.

Na odontologia, a bioestimulação pode ser usada para muitas coisas, incluindo:

  • Tratamento de estomatite aftosa recorrente e úlceras traumáticas.
  • Redução do edema oral.
  • Analgesia pós-operatória após procedimentos periodontais, cirurgia oral e procedimentos endodônticos.
  • Tratamento de herpes intraoral e labial recorrente.
  • Manejo de condições inflamatórias, como o líquen plano erosivo.
  • Reduz a dor da ortodontia.
  • Manejo de distúrbio temporomandibular.
Figura 47. Tratamento a laser de úlceras aftosas.
Esta imagem apresenta uma série de quatro fotos mostrando o processo de cura ao longo de quatro dias de uma estomatite aftosa tratada com terapia combinada de bioestimulação Er:YAG e Nd:YAG.
Estomatite aftosa recorrente tratada com terapia combinada de bioestimulação de Nd: YAG e Er:YAG. O paciente sente alívio imediato da dor e a lesão geralmente permanece confortável. As úlceras aftosas deste paciente em especial geralmente duram de dez a quatorze dias, mas com o tratamento a laser a úlcera cicatriza em questão de dias.
Figura 48. Diagnóstico Oral - Tratamento de Herpes.
Esta imagem apresenta uma série de três fotos mostrando o processo de cura ao longo de 48 horas de um surto de herpes palatal do tipo I.
Este paciente sofria de surtos de herpes palatina tipo I recorrentes, duas ou três vezes por ano. A lesão tinha apenas começado quando tratada com terapia bioestimulativa de duplo comprimento de onda com um laser de Nd:YAG e Er:YAG. Seu alívio foi imediato e, no acompanhamento de dois dias, a lesão já havia se re-epitelizado cinquenta por cento.