Dentalcare.com.br

Biopsia a Laser

Todos os comprimentos de onda do laser dental são capazes de realizar biópsias precisas. Lesões menores geralmente podem ser removidas apenas com anestesia tópica composta. Suturas raramente são necessárias devido à excelente hemostasia e trauma mínimo observado quando os lasers são usados adequadamente. Qualquer lesão removida precisa ser submetida a um patologista oral para diagnóstico microscópico. O cirurgião-dentista também deve observar que tipo de laser foi usado, pois muitas vezes há um efeito no tecido visível ao longo da incisão conhecido como “artefato de laser”. O artefato varia dependendo dos efeitos térmicos do laser específico e das configurações usadas..

Figura 18. Diagnóstico Oral - Remoção de Fibroma.
Esta imagem representa biópsia excisional com laser Er:YAG de um fibroma na mucosa bucal.
Biópsia excisional com Er:YAG laser de um fibroma na mucosa bucal. Um anestésico tópico composto foi usado. Não foram colocadas suturas e o paciente teve um curso pós-operatório confortável. A imagem à direita é de seis meses de acompanhamento e exibe cicatrização sem formação de cicatrizes.