Visão Geral

Este curso introduz o profissional de saúde bucal à terminologia de risco e a métodos para identificar fatores causadores da cárie, e avaliar o risco de um paciente desenvolver cárie dentária. Ele também descreve um protocolo de risco que pode ser usado com pacientes.
Pontos de Significância Clínica

Qual é o objetivo de realizar uma avaliação de risco para um paciente? Não é todo mundo que tem dentes naturais com risco de cárie dentária?

Cárie Dentária é uma doença evitável. Durante anos ela foi tratada, após a cavitação ter ocorrido, por meios restauradores. Tipicamente, o paciente retornou mais tarde com novas lesões e precisou de mais restaurações. Em vez de tratar todos os pacientes da mesma maneira, o processo de avaliação de risco pode ajudar a identificar os pacientes com alto risco de desenvolver cárie e aqueles com baixo risco. Ao fazer essa diferenciação, os esforços preventivos podem ser concentrados no grupo de alto risco, de modo que seu risco seja reduzido e a cárie reduzida ou evitada por completo. Tendo identificado o fator de risco no grupo de alto risco, um plano de tratamento, como modificação da dieta, uso de agentes adicionais de flúor etc. pode ser projetado para reduzir os fatores de risco. O grupo de alto risco deve fazer retornos mais frequentes.

O grupo de baixo risco ainda apresenta alguns riscos, e eles devem retornar e ser examinados em intervalos apropriados para garantir que seu risco não está aumentando.

Quais são os indicadores mais fortes de risco?

  • Doença ativa, novas lesões no paciente.

  • Doença ativa, novas lesões em outros membros da família.

  • Ingestão frequente de açúcar.

  • Higiene bucal irregular e uso pouco frequente de creme dental fluoretado.

  • Pouca quantidade ou qualidade de saliva.

  • Idade (muito jovem ou muito avançada).

  • Presença de dentes restaurados ou dentes extraídos devido a cárie.