Dentalcare.com.br

Processo de cárie e estratégias de prevenção: Diagnóstico
Radiografia bitewing como complemento do exame visual-tátil

Autor do curso: Amid I. Ismail, BDS (Bacharel em Ciências Odontológicas), MPH (Mestre em Saúde Pública), MBA (Mestre em Administração de Empresas), DrPH (Doutor em Saúde Pública)

Radiografia bitewing como complemento do exame visual-tátil

Lesões de cárie oclusal (que se desenvolvem em superfícies que entram em contato com uma superfície oposta de um dente na arcada oposta) são difíceis de diagnosticar apenas pelo exame visual. O uso da radiografia Bitewing aumenta a sensibilidade do diagnóstico se a atividade óbvia da cárie da dentina for detectada, mas pode ser imprecisa no diagnóstico da atividade de cárie oclusal do esmalte. O exame visual-tátil isolado também não detecta uma série de lesões de cárie oclusais e proximais em dentes decíduos de crianças. Também foi descoberto que a suplementação do exame clínico com a radiografia Bitewing aumenta a sensibilidade de detecção de lesões de cárie nesses dentes. Outra maneira em que a radiografia Bitewing complementa o exame visual-tátil é no diagnóstico de lesões recorrentes de cárie. Em geral, uma área radiolúcida indica que foi deixado tecido cariado residual para trás quando a restauração foi feita.2