Dentalcare.com.br

Processo de cárie e estratégias de prevenção: Diagnóstico
Exame radiográfico no ICCMS™

Autor do curso: Amid I. Ismail, BDS (Bacharel em Ciências Odontológicas), MPH (Mestre em Saúde Pública), MBA (Mestre em Administração de Empresas), DrPH (Doutor em Saúde Pública)

Exame radiográfico no ICCMS™

Há concordância unânime de que mais lesões de cárie podem ser identificadas pela combinação de informações radiográficas com achados clínicos, em comparação com a inspeção visual isolada. Por esse motivo, o ICCMS™ recomenda a inclusão do exame radiográfico, se possível e apropriado, com base nas normas de segurança locais. O exame radiográfico é útil para confirmar a extensão da cárie, detectar lesões em que o exame visual da superfície dentária é dificultado e auxiliar na tomada de decisões clínicas apropriadas.

Tabela 6. Sistema de pontuação radiográfica do ICCMS™.
Classificação ICCMS
RA
(Estágios iniciais)
1 Radiotransparência na metade externa do esmalte
2 Radiotransparência na metade externa do esmalte ± junção esmalte-dentina
3 Radiotransparência limitada ao terço externo da dentina
RB
(Estágios moderados)
4 Radiotransparência atingindo o terço médio da dentina
RC
(Estágios extensos)
5 Radiotransparência atingindo o terço interno da dentina, clinicamente cavitada
6 Radiotransparência na polpa, clinicamente cavitada

Além do uso de avaliação radiográfica, o ICCMS™ reconhece os benefícios potenciais que podem ser obtidos com o uso de auxiliares adicionais de detecção suplementar como meio de melhorar a detecção de lesões de cárie. Esses podem incluir a transiluminação por fibra óptica (FOTI), medidas de condutividade elétrica e técnicas de fluorescência óptica, e são brevemente discutidos mais adiante neste curso.