Dentalcare.com.br

Processo de Cárie e Estratégias de Prevenção: Desmineralização/Remineralização
Saliva

Autor do curso: Susan Higham, BSc (Bacharel em Ciências), PhD (doutora), CBiol (Bióloga Oficial), MRSB (Membro da Sociedade Real de Biologia); Chris Hope, BSc (Bacharel em Ciências) (com distinção), PhD (doutor), FHEA (Membro da Academia de Ensino Superior); Sabeel Valappil, BSc (Bacharel em Ciências), MSc (Mestre em Ciências), PhD (doutor), PGCertEd (Pós-Graduado em Educação), FHEA (Membro da Academia de Ensino Superior); Phil Smith, BDS (Bacharel em Ciências Odontológicas), MDS (Mestre em Ciências Odontológicas), PhD (doutor), FDS (Docente em Cirurgia Odontológica), DRD (Destacamento de Pesquisa Odontológica), MRD (Membro em Odontologia Restauradora), FDS (Docente em Cirurgia Odontológica) (Odont. Rest.), RCS (Academia Real de Cirurgiões) (Edin), FHEA (Membro da Academia de Ensino Superior)

Saliva

Devido ao seu teor de água e vazão, a saliva limpa fisicamente a cavidade bucal, removendo alimentos e detritos, retirando fontes que promovem a acidez, além de diluir e remover os ácidos orgânicos da placa dentária. A saliva também contém vários eletrólitos e moléculas orgânicas que minimizam a diminuição do pH local, criando um ambiente que favorece a remineralização. Por exemplo, o bicarbonato de sódio e os fosfatos, juntamente com outros componentes salivares, atuam como tampões ou agentes neutralizantes na saliva.19-21 Além disso, uma proteína salivar chamada sialina tende a elevar o pH salivar até níveis neutros.21 A saliva também é supersaturada com íons de cálcio e fosfato, aumentando a probabilidade de remineralização.19,21

Vídeo 3. Remineralização e o Fluoreto.

Para favorecer a remineralização em vez da desmineralização, você realmente precisa atacar ambos os lados desse equilíbrio. Obviamente, o fator mais importante para melhorar a remineralização é o fluoreto. Ele acelera drasticamente o processo. Isso é devido ao alto nível de potencial de busca de cátions do elemento. Trata-se do mais eletronegativo de todos os elementos e, portanto, busca cálcio ou cátions e favorece a formação ou a precipitação de cristais de apatita e favorece a remineralização.

Ao mesmo tempo, também é preciso diminuir a quantidade de desmineralização. Esse é o ataque que ocorre toda vez que fazemos uma refeição, tomamos um lanche, tomamos um café com açúcar ou uma Coca-Cola, por exemplo. Portanto, a melhor maneira de fazer isso é (1) reduzir a frequência desses ataques, o número de vezes que fazemos lanches ao longo do dia, e (2) o segundo fator é melhorar a higiene bucal. Quanto melhor a higiene bucal, menor a quantidade de danos. Muito mais ácido é produzido em uma placa antiga por um fator logarítmico em comparação com uma placa com, digamos, 12 horas ou menos de idade. Portanto, escovar, por exemplo, duas vezes ao dia, usar o fio dental e assim por diante aumenta muito o potencial de remineralização ao diminuir a quantidade de desmineralização.