Dentalcare.com.br

Processo de Cárie e Estratégias de Prevenção: Desmineralização/Remineralização
Conclusão

Autor do curso: Susan Higham, BSc (Bacharel em Ciências), PhD (doutora), CBiol (Bióloga Oficial), MRSB (Membro da Sociedade Real de Biologia); Chris Hope, BSc (Bacharel em Ciências) (com distinção), PhD (doutor), FHEA (Membro da Academia de Ensino Superior); Sabeel Valappil, BSc (Bacharel em Ciências), MSc (Mestre em Ciências), PhD (doutor), PGCertEd (Pós-Graduado em Educação), FHEA (Membro da Academia de Ensino Superior); Phil Smith, BDS (Bacharel em Ciências Odontológicas), MDS (Mestre em Ciências Odontológicas), PhD (doutor), FDS (Docente em Cirurgia Odontológica), DRD (Destacamento de Pesquisa Odontológica), MRD (Membro em Odontologia Restauradora), FDS (Docente em Cirurgia Odontológica) (Odont. Rest.), RCS (Academia Real de Cirurgiões) (Edin), FHEA (Membro da Academia de Ensino Superior)

Conclusão

A desmineralização e remineralização é um processo dinâmico de perda mineral do tecido duro do dente, seguida do seu reparo. Não são processos distintos; em vez disso, em qualquer dado momento, ambos ocorrem até certo ponto nas superfícies dos dentes. O processo “vencedor” depende de vários fatores do ambiente bucal, como a frequência do consumo de sacarose e o status da saliva, e se esses fatores criam um ambiente que favorece a desmineralização ou a remineralização. Claramente, a meta na prática odontológica é ajudar o paciente a manter um ambiente bucal que previne a desmineralização e melhora a remineralização para evitar a formação de cárie.

Figura 4. Início e Progressão da Lesão de Cárie - Desmineralização.

fig04

Figura 5. Início e Progressão da Lesão de Cárie - Remineralização.

fig05