Conclusão

A hipersensibilidade dentinária é um problema comum que afeta muitos pacientes odontológicos. Quando um paciente apresenta sintomas de hipersensibilidade dentinária, ele deve ser examinado e informado sobre as opções de tratamento disponíveis para aliviar o problema. O paciente desempenha um papel nesse processo, uma vez que seus hábitos diários podem estar contribuindo para o problema, e se não forem mudados, a condição pode persistir.

A causa inicial da hipersensibilidade dentinária, na maioria dos casos, é a retração da gengiva com a exposição dos túbulos dentinários. Uma vez que os túbulos estão expostos, o paciente fica suscetível à dor em resposta a estímulos térmicos, táteis ou osmóticos. Os tratamentos dessensibilizantes devem ser administrados de forma sistemática. A prevenção e os tratamentos livres, incluindo cremes dentais dessensibilizantes e tiras, são um bom começo e, posteriormente, podem ser complementados com tratamentos no consultório, se necessário.