O que é o bruxismo e o ranger dos dentes

bruxismo_nos_dentes”

Bruxismo: O que é o ranger dos dentes?

Cerca de 8% a 10% da população é afetada pelo bruxismo, mais conhecido como ranger dos dentes. No entanto, o ranger dos dentes não é apenas um dos sintomas do bruxismo; geralmente, também é associado ao apertamento mandibular.

O bruxismo é dividido em dois tipos diferentes: O bruxismo do sono, caracterizado pelas pessoas que rangem os dentes durante a noite e/ou contraem a mandíbula. O bruxismo da vigília, caracterizado pela falta do ranger dos dentes, mas com o apertamento involuntário e a tensão da mandíbula ainda presentes.

Independentemente do tipo, os resultados do rangido contínuo dos dentes e do bruxismo podem incluir:

  • Dor na mandíbula, desconforto e movimento reduzido
  • Dentes desgastados e danificados
  • Dentes quebrados
  • Dores de cabeça
  • Dores de ouvido

Embora qualquer pessoa possa ser afetada por esse distúrbio, ele é significativamente mais comum entre as pessoas com idades entre 20 e 40 anos.

Por que as pessoas rangem os dentes?

Há uma série de razões possíveis para o ranger dos dentes, mas acredita-se que uma das causas principais seja o estresse e a ansiedade. Essa pode ser a razão de adultos jovens e pessoas de meia idade serem afetados de modo mais grave.

A apneia obstrutiva do sono pode ser outra causa do bruxismo. O bruxismo do sono ocorre com mais frequência durante os episódios de sono profundo e especificamente no nível de ativação ou estímulo, por isso, pode ser uma indicação de um distúrbio do sono. Além disso, um dos principais sintomas é o ranger dos dentes durante o sono.

Por fim, a medicação e o uso recreacional de drogas ou uma condição médica subjacente podem ser causas de bruxismo. Certos antidepressivos, além de drogas, como a cocaína e o ecstasy, podem induzir ao ranger dos dentes durante a vigília e o sono. A doença de Parkinson, os transtornos de depressão e a ansiedade também podem ser um fator contribuinte.

Como interromper o ranger dos dentes

Não existem curas específicas quanto à forma de cessar o ranger dos dentes, já que muitas vezes é um sinal de outra doença. No entanto, existem maneiras de reduzir ou, pelo menos, administrar o bruxismo.

Protetores bucais ou placas oclusais podem ser formas eficazes de administrar o ranger dos dentes e o bruxismo. Embora não tratem das causas, eles controlam os efeitos e reduzem os danos aos dentes. Acredita-se que o estresse, a ansiedade ou a depressão pode ser a causa do ranger dos dentes, assim, métodos tradicionais, como a terapia cognitivo-comportamental (TCC), podem ser eficazes.

Por último, assim como em muitas doenças, o fato de manter-se o mais saudável possível pode reduzir ou minimizar o bruxismo. Por exemplo, deixar de fumar e/ou diminuir o consumo de álcool pode ajudar.